site map: Home > Blog >

Blog Universo CRM

6
set

As eleições e os projetos

Publicado por Paulo Rogério Mendes

Vivemos hoje em uma democracia e nesse regime de governo, a obrigação de eleger representantes para tomar importantes decisões está em nossas mãos.

Devido a diversos problemas como a péssima distribuição de renda e falta de informação à grande parte da população, o povo brasileiro ainda não é conhecido como um povo politizado.

As eleições estão chegando e nessas horas é importante que cada eleitor faça a sua parte nas urnas.

Como os conceitos de gerenciamento de projetos podem nos ajudar nessa hora? Isso é possível? A resposta é SIM! Existem sim, conceitos que podem ser aplicados e que podem nos ajudar (e muito) nessas horas.

Temos alguns exemplos, como:

- A Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar no 135/2010) pode ser o início de uma nova era. Surgiu de uma iniciativa popular que reunião 01,3 milhões de assinaturas e que cria uma “memória” para todos os que querem se eleger. Em linhas gerais, a lei torna um candidato inelegível por um determinado período, caso o mesmo tenha o mandato cassado. Aprender com erros do passado faz parte de ter a cultura de lições aprendidas para os projetos de uma organização.

- A escolha dos candidatos sempre deve ser feita de forma consciente. Uma das melhores maneiras é a avaliação dos PROJETOS dos candidatos. Quanto será investido em saúde? Quais os projetos? O que o candidato espera de retorno para a população com esses investimentos? Algo muito parecido é feito em uma análise de portfólio onde a empresa analisa todas as iniciativas e quais vão trazer maior retorno com um melhor custo/benefício.

- Muitas competências são necessárias para a condução de um projeto. Assim como um gerente de projetos, seu representante deve ter características que assegurem que ele defenderá seus interesses, como liderança, capacidade cognitiva, negociação… todas elas devem fazer parte das características de um representante do povo, que luta por ideais, interesses e expectativas de todas as partes interessadas. Gerenciar essas expectativas fará parte do dia-a-dia, como um gerente de projetos.

Vamos exercer nosso direito nessas eleições com a consciência de que podemos usar conceitos de projetos nesse momento e, acima de tudo, fazer a diferença.

  • Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Seu e-mail nunca será compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados *


*
*
*