site map: Home > Blog >

Blog Universo CRM

8
mar

De graça: ofereça e aumente suas vendas

Publicado por Leandro C. Lopes

Todo mundo quer alguma coisa de graça

King Gillette

Existe um ditado americano que afirma que ninguém vai comprar a vaca se pode ganhar o leite de graça. Mas no mundo dos negócios podemos perceber que nem sempre a sabedoria popular está certa.

Ainda que pareça um contrassenso, na história do capitalismo recente há mentes inovadoras que só conseguiram que seus negócios fossem bem-sucedidos ao oferecer alguma coisa sem, a princípio, ganhar nada em troca.

Enquanto se barbeava com uma navalha cega, King Gillette teve a ideia de criar barbeadores com finas lâminas de metal de custo baixo, descartáveis. A ideia era brilhante, mas não decolou de imediato. Virou sucesso quando Gillette vendeu seus barbeadores a preço de custo para o exército, “viciando” milhões de soldados que não abandonariam o hábito na volta para casa.

Atualmente a regra ainda funciona: todo mundo gosta de coisas de graça.

A consultoria IHS Screen Digest revelou em pesquisa recente que os aplicativos gratuitos foram responsáveis por 96% dos downloads de smartphones em 2011. Mas isso não significa que os donos dos apps estão de mãos abanando. A IHS indica que os aplicativos gratuitos representam quase a metade dos mais rentáveis na App Store da Apple e mais de 30% dos que mais faturam no extinto Android Market e agora Google Play.

E não são só ps apps que lucram com o gratuito. Jornais como The Wall Street Journal e O Estado de S. Paulo oferecem grande parte de seu conteúdo gratuitamente sem perder assinantes, e bandas como Radiohead e Coldplay continuam vendendo bem mesmo após disponibilizar álbuns quase inteiros para download gratuito.

Mas como eles ganham dinheiro? Do mesmo jeito que Gillette: uma vez habituados ao básico gratuito, os consumidores tendem a investir para ter o refil, um produto melhor ou um serviço mais completo.

O grátis não é um modelo de negócio para todo mundo. Mas há setores que podem se beneficiar da estratégia sem cair no esquema “compre um e ganhe outro”. Para isso, é preciso entender quais necessidades você está suprindo para o cliente com seu produto ou serviço. Assim, pode investir em uma forma eficiente de fidelizar o cliente, que trará mais lucro e amenizando a sensação de perda por ter oferecido seu produto ou serviço sem cobrar.

Que tal essa dica gratuita que estou te dando hoje?  Deixe seu comentários!

  • Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Seu e-mail nunca será compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados *


*
*
*