site map: Home > Blog >

Blog Universo CRM

1
set

Se você não decide, alguém decidirá por você

Publicado por Leandro C. Lopes

Segundo uma pesquisa feita comigo mesmo, na média, tomamos mais de 100 decisões por dia. Começa quando acordamos. Mais 10 minutos dormindo ou levanto? Tomo café com leite ou suco? Banho rápido ou demorado? Roupa casual ou terno? Qual terno? Qual camisa? Qual meia? Qual sapato? Qual gravata?…

Só aqui já somou dez decisões em menos de 30 minutos, imagine no restante do dia quantas pequenas decisões você irá tomar.

Quando temos um cargo que requer esta função, nossas decisões são pequenas no ponto de vista prático, porém pode influenciar muitas vidas em volta e é por isso que as decisões começam a ficar mais difíceis em todos os aspectos.

A quantidade de variáveis que podem ser alteradas com suas decisões fogem do seu controle, levando a pessoa a travar e a partir dai nada anda. Não decide.

Quem não decide com certeza vai deixar alguma coisa para trás e alguém irá decidir por ele, o que nem sempre será a melhor decisão para a pessoa que deixou passar a oportunidade de decidir. Lembrando que deixar de decidir com consciência, tendo isso como objetivo, é considerado uma forma de decisão.

Isso é comum, é sobre escolhas, e para cada escolha há uma renúncia. Existem uma infinidade de livros, cursos, treinamento, técnicas de PNL, etc, falando sobre o assunto para ajudar. Esqueça isso tudo! Para ajudar suas decisões você precisa ter VALORES e OBJETIVOS bem claros e definidos.

Essa é a pedra fundamental que irá lhe apoiar nas decisões, será seu oráculo no momento da dúvida. Você poderá consultá-lo apresentando as opções, as renúncias e os possíveis resultados. Se ferir seus valores, com certeza o risco e o custo serão altos para você mesmo, caso contrário estude os impactos da NÃO DECISÃO, o que vai acontecer se deixar isso de lado, quem poderá decidir em meu lugar se eu não me mexer, quem poderá ser impactado. Caso ainda a dúvida persista, compartilhe com alguém de sua confiança sem contaminar, expondo os fatos e as opções de forma clara e pedindo apoio sobre as opções e não sobre a decisão.

Com o tempo, essa forma de pensamento e consulta a seus valores se tornará hábito fazendo com que suas decisões sejam mais assertivas: não necessariamente a melhor, mas uma posição por você foi tomada, servindo de exemplo para os componentes envolvidos, sendo você posteriormente se transformando em um influenciador nos assuntos que você trata no seu dia a dia.

Divulgando para as pessoas os valores e objetivos, você terá uma facilidade em dizer NÃO e com certeza terá maior flexibilidade em suas decisões, visto que você tem clara as regras que não mudam (VALORES) e a direção aonde quer chegar (OBJETIVOS) a partir disso o que variar é lucro.

Toda empresa deve ter seus valores e objetivos, caso você não saiba procure saber, se ela não tem, crie ou sugira sua criação.

Para os valores e objetivos pessoais, pense bem quais são os seus hoje e de quanto em quanto tempo você tem consultado eles para suas decisões.

Não tem ainda? Está na hora de criar.

  • Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Seu e-mail nunca será compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados *


*
*
*


9 Comentários

3 de outubro de 2011 às 21:34

Goste de seu articulo. Uma realidade!

Mariano
29 de fevereiro de 2012 às 20:14

É isso. Ponto.

Gabriel Lopes
15 de agosto de 2012 às 10:58

Parabéns pelo artigo. Descobri o blog/site hoje através de um comentário seu em outro blog. Tenho descoberto muitas informações interessantes por aqui.

25 de dezembro de 2014 às 8:03

Simples e objetivo !

Sol
10 de agosto de 2015 às 16:18

Artigo interessante! É verdade, a vida é feita de escolhas. Às vezes, a dificuldade não está propriamente na escolha, mas sim em saber o que se quer. Daí a importância do exercício diário do autoconhecimento e da definição clara de valores e objetivos! Obrigada pela reflexão.

L3
10 de agosto de 2015 às 16:29

Exato Sol, essa é a ideia! Em alguns momentos deixamos de lado esses objetivos e valores e decidimos nossas escolhas sem consultar esse compêndio! Um exemplo claro é se entupir de doces tendo o objetivo de ter uma alimentação saudável….Disciplina é o caminho para o sucesso!

Cleide
13 de agosto de 2015 às 8:35

Parabéns pelo o artigo Leandro!
Claro e objetivo.Não há dúvidas, de que muitas vezes, ou quase sempre o que nos falta é a vontade de querer MUDAR!
Abraço.

Cleide
13 de agosto de 2015 às 8:36

Parabéns pelo o artigo Leandro!
Claro e objetivo. Não há dúvidas,de que muitas vezes,ou quase sempre o que nos falta é a vontade de querer MUDAR!
Abraço.

L3
13 de agosto de 2015 às 13:07

OI Cleide, é verdade.. temos o conhecimento e a habilidade, sabemos o que tem que ser feito e não fazemos por falta de Atitude. Uma pena pois todos nós já pagamos pelo preço do sucesso! Abraço